Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Notícias da PPPI > Medalhistas olímpicos 2020
Início do conteúdo da página

Medalhistas olímpicos 2020

Mesmo durante pandemia, em 2020, estudantes do IFSULDEMINAS participam de Olimpíadas Científicas e garantem medalhas

Banner medalhas olímpicas 2020Os desafios foram on-line, mas o aprendizado e as medalhas conquistadas nas olimpíadas científicas realizadas em 2020 foram reais. No ano passado, estudantes de cursos técnicos e superiores do Instituto Federal do Sul de Minas (IFSULDEMINAS) foram destaque em competições adaptadas para o meio virtual, devido à pandemia do novo Coronavírus. Uma experiência diferente, porém, valiosa, como explica a coordenadora de Olimpíadas Científicas do IFSULDEMINAS, Kelli Pereira de Oliveira. "As olimpíadas abrem muitas portas: para o conhecimento, para a socialização, para a ciência e, nos últimos anos, para ingresso em instituições de ensino superior brasileiras, inclusive no IFSULDEMINAS. Elas têm oferecido vagas em seus cursos técnicos e superiores para os jovens medalhistas em olimpíadas científicas. As chamadas vagas olímpicas são uma forma de reconhecer o esforço e dedicação dos estudantes que participam dessas competições".

A coordenadora ainda elogia a resiliência de alunos e professores. "Sentimos muito orgulho dos nossos alunos. Diante de uma situação tão desafiadora como essa que estamos vivendo, ocasionada pela pandemia, eles não deixaram de se preparar, de participar das olimpíadas, mesmo com as adaptações realizadas. Não podíamos deixar de falar dos nossos professores que são grandes incentivadores e, mais uma vez, contornaram os obstáculos, se reinventaram para continuar estimulando o conhecimento e a ciência".

Ao longo de 2020, centenas de estudantes do IFSULDEMINAS competiram em torneios e olimpíadas nas mais diversas áreas do conhecimento, como Matemática, História do Brasil, Inglês, Física, Linguística, Programação e Astronomia e conquistaram cerca de 80 medalhas, prêmios e menções honrosas. Um desses medalhistas foi o estudante Juan Belieni, do 3º ano do curso Técnico em Informática do Campus Avançado Carmo de Minas, que faturou o ouro na 3ª Olimpíada de Matemática dos Institutos Federais (OMIF). "Toda vez que acontece alguma olimpíada científica, como a OMIF, eu tento participar. Elas são, para mim, uma boa maneira de me desafiar e de testar meu conhecimento”.

Confira, a seguir as conquistas por campus do IFSULDEMINAS durante 2020.

Campus Avançado Carmo de Minas

OBAEm 2020, estudantes do campus avançado participaram de competições nas áreas de Matemática, História do Brasil, Inglês, Física e Astronomia. Esta última, a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) é realizada anualmente pela Sociedade Astronômica Brasileira em parceria com a Agência Espacial Brasileira, entre alunos do ensino fundamental e médio de escolas públicas e particulares em todo território nacional. As provas da 23° OBA ocorreram virtualmente nos dias 12 e 13 de novembro. Foram mais de 437 mil estudantes inscritos em todo país e três alunos do campus avançando Carmo de Minas conquistaram as medalhas de ouro, prata e bronze. O lugar mais alto do pódio ficou com João Lucas Dias Ferreira.

Nos dias 20, 21 e 22 de novembro, cerca de 2.000 apaixonados por matemática participaram de uma série de atividades que compuseram a 3ª edição da Olimpíada de Matemática dos Institutos Federais (OMIF). Quatro alunos do campus avançado foram medalhistas e dois receberam menção honrosa na competição. O aluno Juan Belieni de Castro Araújo se destacou e conquistou a medalha de ouro

Já a 12ª Olímpiada Nacional em História do Brasil (ONHB) é um projeto de extensão da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), desenvolvido desde 2009 para alunos do oitavo e nono ano do Ensino Fundamental e todo Ensino Médio. Em 2020, a 12ª ONHB iniciou com mais de 17 mil equipes de todo país e o Campus Avançado Carmo de Minas, em sua primeira participação, conseguir ter 15 estudantes semifinalistas.

 

Campus Inconfidentesbom dia elliot

Em 2020, 51 estudantes do Campus Inconfidentes participaram de competições científicas na área de Programação e Matemática e conquistaram dez medalhas.

Em setembro, estudantes do campus participaram de dois desafios na 39ª Feira Tecnológica do Inatel. Do Telecom Challenge - Desafio Hacker, Samuel Rocha Milani, Thiago Nelsi do Couto e Juan Michellangelo Adão Barreto, membros da equipe "Bonsoir, Elliot!" conquistaram o 1° lugar. Depois, foi a vez da equipe "ArduVoltando", formada pelos alunos Ana Flávia Crespim Salles, Isadora Donderi Faria, Mirela Vitória Domiciano e Nathan Douglas Pinaffi, levarem o 3º lugar no Torneio Arduino Challenge.

Já em 7 de outubro, 22 estudantes do campus participaram do Concurso Canguru de Matemática, uma competição anual internacional destinada aos alunos do Ensino Fundamental e Médio. Três deles se sagraram medalhistas. O maior destaque foi do estudante Marcos Antônio de Lima Júnior (do 3º ano do curso Técnico em Informática), que levou o bronze

Além disso, o campus também enviou alunos para a 3ª OMIF. Destaque novamente para o estudante Marcos Antônio de Lima, que desta vez faturou a medalha de prata, e para o aluno Eduardo Henrique da Silva, que ficou com a de bronze.

 

Campus Machado

Trinta alunos do Campus Machado participaram da 12ª edição da Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB), que ocorreu de maneira remota em 2020.

 

colonizadoresCampus Muzambinho

Os estudantes do Campus Muzambinho competiram em 13 olimpíadas, maratonas e desafios científicos no ano passado, nas áreas de Astronomia, Inglês, Linguística, Física, História do Brasil, Matemática e Programação e trouxeram 38 medalhas para casa.

No final de maio, o aluno do IFSULDEMINAS Ygor Ribeiro Costa garantiu a 6ª colocação do "Contest no Codeforces", maratona de Programação contra a COVID-19, organizada pela Universidade de Brasília (UnB). 

Em junho e julho, houve a 10ª Olimpíada Interna de Programação do IFSULDEMINAS (OLIP) e 18 estudantes faturaram medalhas. Ao todo, competiram nesta edição 35 equipes: 27 pela categoria Superior e oito pela modalidade Técnico. Em ambas as modalidades as equipes de Muzambinho conquistaram o primeiro lugar: “Amigos da Aracele” (Superior) e “Ricardo Martins” (Técnico).

A OLIP é uma seletiva que acontece todos os anos, da qual as melhores equipes são classificadas para a Maratona Regional de Programação, promovida pela Sociedade Brasileira de Computação (SBC). No dia 14 de novembro, foi realizada a primeira etapa da XXV Maratona de Programação, de forma on-line e a equipe do curso de Ciência da Computação do Campus Muzambinho, "Amigos da Aracele" passou para a fase final da competição, que acontecerá entre os dias 11 a 13 de março deste ano.

Nas competições de Matemática, os estudantes do campus se sobressaíram. No Concurso Canguru de Matemática, cinco deles foram medalhistas. Destaque para Guilherme Gobbo de Castro que garantiu o ouro. E na 3ª OMIF, foram oito medalhistas de prata e de bronze e ganhadores de menção honrosa. Os prateados foram, novamente, Guilherme Gobbo de Castro e Thiago Lohan Martinho Labanca.

Em 12 de novembro, os três estudantes que participaram da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) faturaram medalhas! Destaque para Felipe Gabriel da Silva de Oliveira, medalhista de ouro.

Também levaram o ouro para casa os membros da equipe "Colonizadoras de Medalhas", as alunas Ana Cláudia Melo, Andressa Barbara Evangelista e Lara Ellen Avelino, que participaram das Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB)

 

Campus PassosOMIF

Os alunos do campus competiram na 12ª ONHB e na 3ª OMIF. Nesta última, faturaram cinco medalhas: uma de ouro, uma de prata e uma bronze e duas menções honrosas. Destaque para Pedro Henrique Ferreira Silva, que alcançou o lugar mais alto do pódio.

 

canguru1Campus Pouso Alegre

Estudantes do campus participaram de duas competições na área de Matemática. No Concurso Canguru de Matemática, dez deles conquistaram medalhas de prata, bronze e de honra ao mérito. O aluno João Vitor Vieira de Castro foi o responsável por trazer a prata. E na 3ª OMIF, quinze estudantes foram medalhistas, com destaque para Pedro Henrique Almeida de Faria e Tony Albert Lima, que ficaram com as prateadas.

 

iphcoCampus Avançado Três Corações

Ao longo do ano passado, estudantes do campus avançado participaram de competições nas áreas de Física, Robótica, Programação, História do Brasil, Biologia e Matemática. As olimpíadas Brasileira de Robótica (OBR), Brasileira de Biologia (OBB) e Internacional de Física e Cultura (4ª IPhCO) ainda estão ocorrendo, mas outras competições já divulgaram seus resultados e tem estudantes de Três Corações como medalhistas.

Um total de16 estudantes dos cursos Técnicos Integrados em Mecânica, Administração e Informática do Campus Avançado Três Corações participaram em maio deste ano da edição especial da Olímpiada Internacional de Física e Cultura (IPhCO), coordenada pelo Campus Curitiba do Instituto Federal do Paraná (IFPR), com apoio do CNPQ, e foram premiados. Entre os primeiros lugares da competição ficaram Gustavo Henrique Silva, Mariana Oliveira da Rosa Juzinskas e Raquel Teodoro Resende.

Em junho, o aluno Maicon Querino conquistou o 1º lugar no Desafio Telecom Inatelevento de Security Hacker, que reuniu 58 participantes em uma competição on-line, voltado a alunos matriculados no ensino médio regular ou técnico. Em setembro, estudantes do campus avançado também participaram dos dois desafios da 39ª Feira Tecnológica do Inatel. Do Telecom Challenge - Desafio Hacker, os estudantes Anna Oliveira, Maicon Souza e Matheus Marciano, da equipe "IFTC20", ficaram em 2º lugar, dentre as 33 equipes inscritas. E a equipe "Quarteto Fantástico", composta pelos alunos Anna Oliveira, Igor Almeida, Maicon Souza e Matheus Marciano, ficou na 2ª colocação no Torneio Arduino Challenge. Confira aqui matéria sobre as duas conquistas.

Além disso, três alunos da instituição foram medalhistas na 3ª OMIF, com destaque para Cauã Arcanjo de Almeida, que levou a prata.

 

Vagas olímpicas para ingresso no IFSULDEMINAS

Neste ano, o IFSULDEMINAS permitirá o ingresso de estudantes no ensino técnico e no superior por meio de vagas olímpicas (edital separado). Ou seja, estudantes premiados em Olimpíadas do Conhecimento poderão concorrer a vagas específicas. São mais de 160 vagas, em 60 cursos técnicos e superiores. Confira neste link!

Texto: Ascom Reitoria/IFSULDEMINAS com informações da PPPI
Data: 19/01/2021

 

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página