Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Reditec 2018

IFSULDEMINAS é premiado na REDITEC 2018 por Sistema Referencial de Preços do PNAE

Instituto apresentou, no evento, quatro experiências exitosas, além do Polo EMBRAPII 

foto30A equipe de gestão do Instituto Federal do Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS), composta por reitor, pró-reitores e diretores-gerais dos campi, participaram da 42ª Reunião Anual dos Dirigentes das Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica (Reditec 2018), que aconteceu entre os dias 10 e 14 de setembro na cidade de Búzios (RJ).

Durante o evento, o IFSULDEMINAS apresentou cinco trabalhos, sendo que quatro fizeram parte da Mostra de Experiências Exitosas: o Programa de Mobilidade Acadêmica Internacional; o Programa de Gestão do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE); o Projeto sobre o Sistema Referencial de Preços do PNAE e o trabalho sobre “Lições Finlandesas: Ações Transformadoras para os Institutos Federais”. Na Tenda Tecnológica, foi aberto espaço para a apresentação do Polo de Inovação EMBRAPII.

Os projetos exibidos na Mostra foram divididos em onze áreas temáticas e o destaque de cada uma delas recebeu premiação. Na área Administrativa, o IFSULDEMINAS foi contemplado com o projeto sobre o Sistema Referencial de Preços do PNAE, que trata sobre o desenvolvimento de um banco de dados, por meio de levantamento dos principais produtos produzidos pela agricultura familiar regional. O pró-reitor de Extensão do IFSULDEMINAS, Cleber Ávila Barbosa, foi o responsável pela apresentação dos trabalhos sobre o PNAE.

O Programa de Mobilidade Acadêmica Internacional no IFSULDEMINAS foi apresentado pelo reitor Marcelo Bregagnoli, que destacou a Mostra de Experiências Exitosas como o ponto alto da Reditec. “É a terceira vez que apresento experiência exitosa, em diferentes áreas. Cada fala, pergunta, te remete algo sobre o seu programa, a forma de atuação, onde temos que melhorar, onde temos que ampliar, e, logicamente olhando os demais ‘cases’, você traz muito para sua Instituição”, pontuou Bregagnoli.

Já o trabalho “Lições Finlandesas: Ações Transformadoras para os Institutos Federais” foi apresentado pelo diretor-geral do Campus Muzambinho, Renato Aparecido de Souza, que dividiu com a plateia suas experiências como docente durante capacitação realizada no país europeu, com destaque para a metodologia centrada do aluno.

Ao final de cada uma das apresentações realizadas na Mostra foi realizada uma pequena discussão, onde todos os presentes puderam questionar e debater ideias acerca das experiências.

Destaques foto19

Representantes da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (Setec/MEC) também estiveram presentes no evento e apresentaram as ações estratégicas e políticas do Ministáério da Educação realizadas nos últimos dois anos.

Trabalhos pioneiros do IFSULDEMINAS tiveram destaque durante as falas dos gestores da Setec. O secretário Romero Filho parabenizou o IFSULDEMINAS sobre a maneira como executa o PNAE e falou sobre a parceria criada entre os dois órgãos. “Fizemos, em 2016, um levantamento de todas as informações sobre a execução do PNAE na Rede, retomamos a interlocução com o FNDE e fizemos parceira com o IFSULDEMINAS para o lançamento do Manual de Gestão do PNAE na Rede e a oferta de um curso para os responsáveis pela execução do PNAE”, relembrou Romero.

Além dele, o diretor de desenvolvimento da Setec, Paulo Leão, citou a iniciativa do IFSULDEMINAS ter criado, em 2016, o Fórum Mineiro (reunião anual das instituições da Rede Federal no Estado de Minas Gerais para discutir os casos de sucesso e compartilhar experiências) e um sistema novo de compras compartilhadas. “A ideia da [compra compartilhada] surgiu com o Fórum Mineiro… uma forma que se maximiza a flexibilidade de itens para a compra, ao mesmo tempo que simplifica. É uma Iniciativa muito positiva, tanto que estão querendo implantar uma ação deste tipo em nível nacional com apoio do Ministério do Planejamento”, afirmou Leão.

Reditec 2018

Promovida anualmente pelo Conselho Nacional das Instituições de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) e realizada, este ano, pelo Instituto Federal Fluminense (IFF), a edição Reditec 2018 debateu o tema “O Trabalho no Século XXI - Globalização, Inovação, Educação Profissional e Tecnológica: Caminhos e Desafios para Inclusão” e, pela primeira vez, contou com a presença de especialistas internacionais em educação, vinculados, por exemplo, a Unesco/Unevoc.

Cerca de mil profissionais de toda a Rede Federal estiveram no encontro participando de fóruns, mesas-redondas e palestras, que apresentaram temas como: “Tendências e Desafios da Educação Profissional e Tecnológica no mundo”; “Trabalho, Empregabilidade e as Tecnologias”; “A Sociedade Brasileira e os desafios da Globalização”; “Políticas Públicas de Inclusão de Pessoas com Deficiência na Rede de Educação Profissional, Científica e Tecnológica” e “Ações Afirmativas na Rede de Educação Profissional, Científica e Tecnológica”.

Marcada pela comemoração dos 10 anos da Rede Federal, os gestores elaboraram ao final do evento a Carta da 42ª Reditec, chamada Carta de Búzios, que traz as potencialidades da Rede Federal e os desafios que precisam ser enfrentados para a excelência nos resultados. A íntegra do documento pode ser acessada neste link.

Para Roberto Gil, presidente do Conif, a Reditec cumpriu seu papel de alinhar a todas as propostas de trabalho. “Vimos aqui que a nossa rede tem contribuições fantásticas nas discussões tanto na parte política, quanto pedagógica, nos trabalhos sociais e de inclusão. Somos uma rede muito viva, ativa e muito capilar pelo nosso país”, concluiu.

Próximas edições

A Reditec 2019 terá Santa Cantarina como sede, sendo promovida pelos Instituto Federal de Santa Catarina e Catarinense (IFSC e IFC), na capital Florianópolis. Já a edição de 2020, terá como anfitrião o Instituto Federal do Pará (IFPA). “Desde que os Institutos foram criados, essa é a primeira vez que a Reditec será realizada na região Norte do país. Com certeza será um ótimo momento para integração e troca de conhecimento”, destacou o reitor Claudio Alex do IFPA.

Confira aqui matéria sobre os trabalhos do IFSULDEMINAS apresentados na Reditec 2018

 

Texto: Ascom/Reitoria IFSULDEMINAS com informações da organização da Reditec
14/09/2018

registrado em:

Ouça a Federal FM 

 

Fim do conteúdo da página