Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Hackathon - 2019

IFSULDEMINAS promove 1º edição do Hackathon no Campus Muzambinho

O evento contou com a presença de 12 equipes que representaram os seus respectivos campi

 

00Aconteceu no Campus Muzambinho, entre os dias 13 e 14 de Junho, a primeira edição do Hackathon e contou com a participação de 12 equipes de todo o IFSULDEMINAS, totalizando 48 participantes. O objetivo é estimular estudantes e servidores dos campi a desenvolverem soluções criativas e inovadoras, relacionadas à produção de softwares e ao uso da tecnologia da informação e comunicação, alinhadas com o compromisso social e sustentável, que preserve a ética no relacionamento com a comunidade.

O evento iniciou no sábado com um café da manhã e teve continuidade com a apresentação das regras e tema aos presentes, que já ocupavam todo o auditório do prédio H do campus. Na sequência, o professor, palestrante e mágico José Carlos Ciarallo Júnior ministrou a palestra “A mágica da motivação”.

02Para esta primeira edição, o tema escolhido foi “comunicação e eventos”, cujos problemas identificados deveriam ser alvo de soluções tecnológicas inovadoras a serem promovidas pelas equipes, como a criação de aplicativos ou plataformas.

Para a realização das atividades, 12 equipes foram formadas, totalizando 36 discentes, ou seja, três discentes para cada grupo, além de 12 servidores para coordenar os mesmos durante o Hackathon.

Feito isso, as equipes tiveram 30 horas ininterruptas para criar, inovar, gerenciar uma ideia inovadora, planejar, levantar requisitos, validar, implementar, gerenciar o projeto, testar e apresentar o protótipo ou produto de software (apresentar um MVP – Produto Mínimo Viável).

Equipe julgadora

Para julgar os trabalhos, a banca de jurados contou com a professora Ana Cristina Prado, que analisou o potencial de monetização dos projetos; a jornalista Ana Carolina Negrão, que colaborou com sua expertise em comunicação; o empresário Rubens Mussolin Massa, da área de pesquisa e inovação; além da pró-reitora Sindynara Ferreira e do assessor de Negócios do IFSP, Eder Sacconi.
As equipes puderam contar ainda com mentores das áreas relacionadas, como a servidora Talita Valadares Carvalho (Relações Públicas), Adolfo Santana (programação), o professor Eduardo Mendes e, por fim, Ana Beatriz Françoso, sendo esses dois últimos do ramo empresarial. Além destes, também participaram, como avaliadores técnicos, os professores Ramon Gustavo e Tiago Gonçalves Botelho.

Vencedores

01

A equipe vencedora desta edição foi a “The Bugs on The Table”, do Campus Muzambinho, constituída pelo mentor Rodrigo Evangelhista, os alunos Samuel Gomes, Natanael Batista e Jonathan Borges. O segundo lugar ficou com a equipe do Campus Passos “AMA”, tendo como mentor Diego Kawano e os alunos Albert Paula, Marisa Santos e Alan Romualdo. Garantiu o terceiro lugar a equipe “S.U.S.M.I”, do Campus Muzambinho, e o quarto e quinto lugares ficaram com os campi Poços de Caldas e Carmo de Minas, respectivamente.

Como prêmio, cada integrante da equipe campeã ganhou uma bolsa, que será ofertada num período de três meses e servirá para o desenvolvimento da tecnologia idealizada pelos mesmos. Os alunos somente terão acesso ao prêmio após a elaboração e envio do projeto nos moldes de Iniciação Cientifica, até o dia 21 de junho. Durante este período, a mentoria continua sob responsabilidade do professor proponente. Desta forma, uma vez que o projeto apresente potencial para se tornar uma startup, a proposta poderá ser contemplada com a pré-incubação visando à continuidade de seu desenvolvimento.

 Idealizadores

O Hackathon foi idealizado pela gestão do IFSULDEMINAS e executado pela Pró-reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação, juntamente com o Núcleo de Inovação Tecnológica e o apoio da ACAM Júnior, empresa Júnior do Curso de Ciência da Computação.

Segundo Cristina Janini, uma das organizadoras do evento, a proposta é que o Hackathon seja um evento institucional e itinerante, cujo curto prazo das atividades crie uma atmosfera produtiva, que ensine os participantes a lidar com as pressões e imprevistos do mercado. 'A troca de experiências e conhecimentos traz grande aprendizado às partes envolvidas, amplia a chance de encontrar soluções inovadoras para os problemas apresentados, além de oferecer experiências que permitam que os participantes se destaquem profissionalmente", finalizou.

Texto: Ascom/ IFSULDEMINAS - Reitoria
Data: 19/06/2019

 

 

 

 

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página