Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Notícias Gerais > 10 anos: Homenagem da ALMG
Início do conteúdo da página

10 anos: Homenagem da ALMG

 Assembleia Legislativa de Minas Gerais celebra os 10 anos dos Institutos Federais

Discursos e entrega de homenagens são destaques durante a solenidade  

IMG 3443Uma sessão solene em homenagem aos dez anos de criação dos institutos federais foi realizada na noite desta segunda-feira, 18, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, em Belo Horizonte. O evento contou com a presença de reitores, dirigentes e servidores dos cinco institutos mineiros: Instituto Federal do Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS), de Minas Gerais (IFMG), do Norte de Minas Gerais (IFNMG), do Sudeste de Minas Gerais (IF Sudeste MG) e do Triângulo Mineiro (IFTM). Essas instituições juntas contam com 56 campi presenciais, mais de 300 polos de educação a distância, 140 mil alunos e cerca de 1.300 cursos.

Além do reitor Marcelo Bregagnoli, uma comitiva com cerca de 40 servidores da Reitoria e dos campi prestigiaram a solenidade. O hino nacional foi executado pelos professores do Polo Musical de Artes Cênicas da Educação Integrada de Barbacena e a mesa de honra foi composta pelos reitores dos cinco Institutos Federais de Minas, além dos deputados estaduais Cristiano Silveira e Dalmo Ribeiro, do deputado federal Reginaldo Lopes e do subsecretário de ensino superior do governo de Minas, Márcio Rosa Portes.

Entrega das homenagens

IMG 3536Em nome dos institutos mineiros, os cinco reitores receberam placas de homenagem da Assembleia Legislativa pelos serviços prestados à sociedade. A entrega foi conduzida pelo deputado Cristiano Silveira e pelo vice-presidente da Casa e presidente da sessão, deputado Dalmo Ribeiro, que, na ocasião, parabenizou os Institutos e se comprometeu a destinar uma emenda aos Institutos Federais de Minas Gerais na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), cujo prazo encerra nesta semana.

Discursos

IMG 3495O deputado estadual Cristiano Silveira, autor do requerimento para a realização da solenidade, discursou sobre a importância dos institutos federais na oferta de ensino público, gratuito e de qualidade. Ele reconheceu o papel dos institutos para a democratização da educação profissional e para o processo de interiorização e inclusão do ensino. Fez questão de destacar os desafios enfrentados no momento atual, assim como os números que demonstram o crescimento da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica em todo o país. “Durante quase um século, o Brasil contava com apenas 140 unidades de educação profissional, um número muito pequeno se considerarmos as dimensões do país. Hoje são 38 institutos, com 646 campi localizados em 568 municípios. Mais de 11.500 cursos que vão do nível técnico à pós-graduação. São mais de 1 milhão de estudantes matriculados”.

IMG 3547O presidente do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) e reitor do IFTM, professor Roberto Gil Rodrigues Almeida, relembrou a história da implantação dos institutos mineiros, destacando o sucesso do modelo adotado no estado, já que, inicialmente, havia previsão para apenas uma instituição em Minas, mas devido à resistência dos mineiros foi adotado o modelo atual, que conta com cinco institutos federais. “Hoje, no Brasil, nós somos exemplo do modelo que mais deu certo, pela divisão, pelo número de alunos, pela posição que cada um exerce dentro do estado. Nós passamos de 50 para 300 municípios em Minas, de 13 para 70 unidades, de 10 mil para 140 mil alunos, de 100 para cerca de 1.300 cursos”, enfatizou.

Gil também mensurou o desafio enfrentado para dar continuidade a esse projeto de educação profissional, ressaltando que a Rede apresenta números favoráveis, mas o orçamento permanece congelado, o mesmo de 2013, quando contava com 500 mil alunos. Porém, hoje, possui mais do que o dobro, cerca de 1 milhão e 100 mil.

IMG 3570Fechando os discursos, o professor Marcelo Bregagnoli, reitor do IFSULDEMINAS, fez um balanço sobre o momento financeiro pelo qual as instituições estão passando, uma preocupação demonstrada pelos demais reitores. Segundo explicou, a emenda constitucional 95, que congela os investimentos públicos por 20 anos, traz impactos diretos à assistência estudantil. “Nossa demanda, que aumentou consideravelmente, teve um congelamento do valor de 2015 para cá, ou seja, temos mais alunos para atender com um orçamento estagnado”, disse.

Para fazer uma análise qualitativa, Bregagnoli explicou que se a Rede Federal fosse um país, seria o segundo em leitura do mundo, só perdendo para Singapura, e o décimo primeiro no ensino de ciências. Destacou o grau de empregabilidade da Rede, citando-a como exemplo de adesão a quase todos os programas governamentais. Para ele, trata-se de um momento importante de celebração dos 10 anos de criação dos institutos federais. “Nós, enquanto Rede Federal, empoderamos pessoas com aquilo que temos de mais valioso: o conhecimento. Nossa missão como profissionais da educação é levar algo a mais, esperança e oportunidades às pessoas”.

IV Fórum Mundial de Educação Profissional e Tecnológica me Minas

Ao encerrar seu discurso, Bregagnoli anunciou que Minas Gerais sediará o IV Fórum de Educação Profissional e Tecnológica, a ser realizado no primeiro semestre de 2020. Trata-se de um evento temático vinculado ao Fórum Mundial de Educação, um movimento pela cidadania e pelo direito universal à educação que busca levantar propostas para integrar a plataforma mundial de educação. Estudantes, professores, pesquisadores, trabalhadores, governos, sindicatos, associações e pessoas da sociedade civil de diversos países têm como missão debater a educação na construção de um outro mundo possível. A primeira edição do Fórum Mundial foi realizada em 2009, em Brasília. A segunda teve como sede Florianópolis e aconteceu em 2012. Já a terceira edição foi promovida no ano de 2015, em Pernambuco.

10 anos dos IF's 

IMG 3609 Os institutos federais foram criados pela Lei nº 11.892, de 29 dezembro de 2008, quando o Ministério da Educação (MEC) instituiu a Rede Federal. Além de oferecer educação profissional gratuita em diversas modalidades e níveis de ensino, as instituições promovem a pesquisa aplicada e a inovação tecnológica.

As ações comemorativas aos aos 10 anos do IFSULDEMINAS podem ser conferidas no site10anos.ifsuldeminas.edu.br.

 

 

Confira a transmissão da homenagem: 

Texto e Fotos: Ascom/IFSULDEMINAS - Reitoria

Data: 20/06/2018

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página