Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > PROEX > Intercâmbio Peru
Início do conteúdo da página

Intercâmbio Peru

Estudante do IFSULDEMINAS, em intercâmbio no Peru, desenvolve bala com ingrediente típico do país latino

WhatsApp Image 2019 07 17 at 12.55.08A estudante do curso de Engenharia de Alimentos do Campus Inconfidentes do Instituto Federal do Sul de Minas (IFSULDEMINAS), Liliane Marques dos Santos, de 21 anos, está em intercâmbio desde abril deste ano na Universidade Nacional de Piura, no Peru. No exterior, a aluna cursa quatro disciplinas do bacharelado em Engenharia Agroindustrial e Indústrias Alimentícias e realiza estágio no Laboratório de Agroindústria, onde desenvolve um produto alimentício com ingrediente nativo do país latino: uma bala tipo toffee feita de algarrobina, mel proveniente da algarroba, uma vagem com altas concentrações de açúcares. 

Liliane aproveitou os conhecimentos já adquiridos no IFSULDEMINAS para desenvolver o produto e escolheu a algarrobina como matéria-prima principal. “Assim que cheguei, conheci a algarrobina e me encantei, fiquei dias pensando e surgiu a ideia de desenvolver essa bala para valorizar ainda mais a algarrobina, que é rica em vitamina B9 e minerais, como cálcio, fósforo, ferro e magnésio. Apesar de já existirem toffees deste alimento aqui, eles não são muito consumidos, pois a algarrobina é um produto difícil de trabalhar (é um mel forte com um ‘amargor’ típico) e é mais consumida em drinks, iogurtes e salada de frutas”, explicou.

WhatsApp Image 2019 07 17 at 12.14.52 1 1A ideia da intercambista era descobrir como aprimorar o produto típico peruano. Para isso, realizou análises físico-químicas e bromatológicas, desenvolveu quatro tipos de amostras de bala tipo toffee com diferentes concentrações do mel e implementou uma análise sensorial, em junho deste ano, com 80 provadores, voluntários, de idade entre 18 e 57 anos. “As amostras foram avaliadas nos quesitos aparência, aroma, sabor, textura e impressão global, doçura ideal e textura ideal. Além disso, os voluntários revelaram se haveria intenção de compra do produto, assinalando entre as opções: ‘certamente compraria’, ‘provavelmente compraria’, ‘talvez compraria’, ‘provavelmente não compraria’ e ‘certamente não compraria’. No geral, uma das amostras foi mais bem aceita e apresentou maior intenção de compra positiva”, resumiu Liliane.

Segundo a orientadora de Liliane, a professora do IFSULDEMINAS, Mariana Borges de Lima Dutra, o projeto da estudante está alinhado às necessidades do mercado. "O setor de balas e confeitos passa por constante inovação, por isso é importante desenvolver balas com alta qualidade nutricional, o que foi feito pela Liliane ao adicionar a algarrobina ao alimento. Assim, o produto final terá um maior teor proteico e de minerais".

Em agosto de 2019, Liliane volta ao brasil e já tem planos para retomar sua graduação no IFSULDEMINAS, utilizando o aprendizado adquirido no intercâmbio. “A experiência aqui foi desafiadora, pois além do trabalho que foi fazer uma análise sensorial, ainda tive que fazê-la em outra língua, traduzir as fichas, explicar para as pessoas como deveriam proceder, já que aqui não são realizadas muitas análises sensoriais. No mais, foi bastante gratificante, porque tem me gerado dados importantes, que me impulsionam a continuar desenvolvendo esse produto aí no Brasil. Agora, meu TCC vai ser baseado nisso e eu vou desenvolvê-lo assim que voltar”, finalizou. 

 

Texto: Ascom Reitoria/IFSULDEMINAS

Data: 18/07/2019

Fim do conteúdo da página