Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Semana Internacional do Café e COY 2019

 

Campus Machado participa da Semana Internacional do Café - 2019 e do concurso "Coffee of the Year"

1 BANNER SITE ZONEAMENTO AMBIENTALO “Coffee of the Year” é um dos mais importantes concursos de qualidade de café do Brasil. Neste ano, a edição registrou número recorde de inscrições. Ao todo, foram 500 amostras de 20 regiões brasileiras. Os 180 melhores cafés classificados foram provados por compradores e pelo público durante a Semana Internacional do Café (SIC), que ocorreu entre os dias 20 e 22 de novembro. Os integrantes do Núcleo de Estudos em Qualidade do Café (Nequali), coordenados pelo professor Leandro Paiva, do Campus Machado, participaram das várias etapas do concurso.

O Expominas, em Belo Horizonte, foi a sede da Semana Internacional do Café. Entre as amostras classificadas, 150 são de café arábica e 30 de canéforas. Segundo o professor Leandro Paiva, “os critérios de seleção são baseados em protocolos da Associação de Cafés Especiais (SCA), incluindo aroma, sabor, acidez, corpo, uniformidade, balanço e doçura, bem como em notas de qualidade referenciadas pelo Instituto de Qualidade do Café (CQI)”.

2 WhatsApp Image 2019 11 25 at 15.07.35De acordo com Leandro, os cafés indicados pelos produtores precisam atingir uma classificação mínima de 80 pontos, considerando uma escala de 100. Há também a avaliação sensorial que leva em conta vários itens, como: aspecto, seca, cor, porcentagem de peneiras, tipo, teor de umidade, torra e qualidade. “O concurso é uma vitrine sem igual para os produtores, pois gera muito interesse de compradores pelo produto e enfatiza a qualidade da região produtora”, explica Mariana Proença, diretora de conteúdo da Café Editora, uma das organizadoras do evento.

Composta por 14 pessoas, entre juízes certificados pela SCA e Q-Graders e R-Graders licenciados pelo CQI (Coffee Quality Institute), a Comissão de Julgadores foi coordenada pelo professor Leandro Paiva. O diretor-geral do Campus Machado, professor Carlos Henrique Rodrigues Reinato, esteve na SIC, representando o reitor do IFSULDEMINAS, professor Marcelo Bregagnoli. Para ele, a presença de diversas cooperativas, indústria de insumos e de tecnologia marcaram a edição.

Fase inicial do concurso

3 WhatsApp Image 2019 10 31 at 14.15.29“Os estudantes que integram o Nequali e o Polo EMBRAPII - Agroindústria do Café tiveram um papel importante em todo o processo”, comentou Leandro. Envolvidos em todas as etapas, eles organizaram desde o recebimento das amostras até a apresentação final dos vencedores no evento em BH.

Ao todo, 19 alunos do Campus Machado participaram da Semana Internacional do Café (SIC). Alguns deles já são veteranos no evento, como a estudante de Agronomia, Bruna Cantarino Duarte. “Foi incrível! Participo desde 2016 e posso dizer que, nesse ano, conseguimos adquirir ainda mais experiência, além de perceber o quanto estamos mais maduros e independentes”. Para Bruna, ver a reação dos membros do núcleo que nunca tinham participado foi gratificante.

4 WhatsApp Image 2019 11 21 at 06.37.36Júlia Bitencourt Marques é uma das novatas. “Foi minha primeira vez na SIC, um evento muito grande e com muitas pessoas. Trabalhei como voluntária pelo Nequali. Pude aprender muitas coisas, adquiri muitos conhecimentos com pessoas que sabem de café, que gostam e fazem com todo amor”. Júlia contou que o evento foi um marco para ela e que fazer novas amizades é muito importante pra vida profissional. “Foi cansativo, mas fui totalmente recompensada. O evento estava maravilhoso, com palestras, cursos e provei muito café”, brincou.

Nos dias 18 e 19 de novembro, a mestre de torra Daniela Capuano, eleita a Melhor torrefadora de cafés da França, em 2018, se uniu ao professor Leandro Paiva no Núcleo de Qualidade do Café (Nequali) para fazer as torras dos cafés provados durante a Semana Internacional do Café. Os 180 cafés selecionados foram disponibilizados ao público na Sala Coffee of The Year 2019, durante a SIC.

 

Confira aqui os 10 melhores arábicas e os cinco melhores canéforas!

 

Saiba mais sobre a história de Daniela Capuano

5 IMG 3652A mineira Daniela Capuano passava a infância na fazenda de café dos avós maternos em Três Pontas, no sul de Minas, e passou a entender mais desse universo quando se apaixonou pela bebida nos idos de 2005/2006, época em que virou barista e aprendeu mais sobre qualidade, torra e preparo do café. Ela participou de campeonatos e trabalhou como barista e torradora até aceitar um emprego em uma torrefadora francesa, há 8 anos. Daniela Capuano foi eleita a melhor torrefadora da França, em 2018, sendo a única mulher a receber o título Meilleur Ouvrier de France, na categoria torrefador.

 

 

  

 Texto: Assessoria de Comunicação do Campus Machado com informações do professor Leandro Paiva
Fotos: Divulgação
Fim do conteúdo da página