Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Institucional Geral > IFSULDEMINAS é nota 4
ptenfres
Início do conteúdo da página

IFSULDEMINAS é nota 4

IFSULDEMINAS é nota 4 no Índice Geral de Cursos do MEC

Instituto ocupa 2º lugar no Brasil e 1º em MG, entre 38 instituições da rede federal

 

2020 Post IGCO Instituto Federal do Sul de Minas (IFSULDEMINAS) novamente é nota 4 no Índice Geral de Cursos (IGC) do Ministério da Educação (MEC), na escala que varia de 1 a 5, sendo os conceitos 4 e 5 os melhores desempenhos. O destaque para as notas da avaliação 2019, publicadas pelo INEP, é que o IFSULDEMINAS é o segundo entre os 38 institutos da rede, atrás somente do Instituto Federal de Santa Catarina e o primeiro no estado de Minas Gerais, estando entre os 10% melhores, considerando toda a rede federal e instituições privadas de ensino.

O IGC integra o Sistema Nacional de Avaliação do Ensino Superior. Dentre outras variáveis, tem como insumo importante a média dos CPCs do último triênio do Enade (2016, 2017 e 2018) relativos aos cursos avaliados da instituição. Os indicadores avaliam cursos e instituições de ensino superior, respectivamente, e são produzidos a partir dos resultados do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). As informações são de 2019 e foram divulgadas pelo MEC na última sexta-feira, 23/04. No IGC, as instituições podem obter conceitos 1 e 2 (avaliação baixa), 3 (mediana), 4 e 5 (ótima). Tais notas determinam parâmetros para o MEC buscar o aprimoramento da educação superior, entre outros pontos. O Ministério da Educação avaliou, em 2019, 2.070 instituições de ensino superior.

Na avaliação anterior, o IFSULDEMINAS já havia conquistado o conceito 4 no IGC, cujo cálculo é realizado anualmente e leva em conta a média ponderada das notas dos cursos de graduação e pós-graduação de cada instituição. O pró-reitor de Ensino do IFSULDEMINAS, Giovane José da Silva, ressaltou a importância do avanço institucional. “Estamos muito felizes com os resultados, que mostram que estamos no caminho certo, na busca da excelência de nosso ensino. É importante destacar que somos o primeiro em Minas e o segundo no Brasil entre os institutos federais. Isso é fruto de muito trabalho, comprometimento e competência de nossos professores, estudantes e equipe técnica administrativa”, disse.

Para o reitor, professor Marcelo Bregagnoli, “o segundo lugar entre os 38 institutos da rede federal é fruto de trabalho coletivo e muita dedicação. Colocamos, há um ano, a meta de nota 5 como nosso grande desafio. Estamos chegando lá. O segundo melhor IGC na rede, entre os demais institutos, nos enche de orgulho. Não é pouco quando analisamos a imensa estrutura de mais de 600 campi espalhados por todo o país”.

Bregagnoli enfatizou os desafios futuros e a responsabilidade que a colocação privilegiada traz. “O destaque na rede federal é motivo de comemoração, mas não podemos deixar de sempre perseguir a qualidade no ensino, na pesquisa e extensão. Ainda mais em tempos de ensino remoto, quando temos que nos aperfeiçoar e sanar nossas deficiências, sempre lembrando de quem está na ponta de todo o processo: o estudante. Ele é nossa maior responsabilidade e é por ele que trabalhamos e buscamos transformar as realidades por meio da educação pública do mais alto nível”, completou.

Entenda os conceitos

CPC - É o conceito que avalia o curso, em uma escala de 1 a 5. Para o cálculo, são considerados: Conceito Enade (desempenho dos estudantes na prova do Enade); Indicador de Diferença entre os Desempenhos Observado e Esperado (IDD); Corpo Docente (informações do Censo Superior sobre o percentual de mestres, doutores e regime de trabalho) e percepção dos estudantes sobre seu processo formativo (informações do Questionário do Estudante do Enade).

IGC - É o indicador que avalia a instituição. Fazem parte do cálculo do IGC: média dos CPCs do último triênio do Enade (2017, 2018 e 2019) relativos aos cursos avaliados da instituição; média dos conceitos de avaliação dos programas de mestrado e doutorado atribuídos pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), vinculada ao MEC, na última avaliação trienal disponível; e distribuição dos estudantes entre os diferentes níveis de ensino, graduação ou pós-graduação stricto sensu.

Enade - Aplicado desde 2004 e realizado anualmente pelo Inep/MEC, o exame é um dos componentes do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) e tem como objetivo aferir o desempenho dos estudantes. É componente curricular obrigatório dos cursos de graduação, composto por uma prova para avaliação individual de desempenho do estudante e um questionário socioeconômico. Quem falta à prova ou não preenche o questionário não cola grau.

IDD - mede o valor agregado pelo curso em relação ao desenvolvimento dos estudantes concluintes. Os indicadores de qualidade mantêm relação direta com o ciclo avaliativo do Enade.

 
Texto: Ascom/ Reitoria do IFSULDEMINAS
Data: 27/04/2021
Fim do conteúdo da página