Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Ensino integrado

Cursos técnicos integrados ao Ensino Médio do IFSULDEMINAS preparam estudantes para o mundo do trabalho e da educação

Estudantes de vários campi do IFSULDEMINAS, que acabaram de concluir o integrado, contam suas experiências de sucesso

O Instituto Federal do Sul de Minas (IFSULDEMINAS) possui 23 cursos técnicos integrados ao Ensino Médio, em diversas áreas do conhecimento, oferecidos de forma gratuita em seus oito campi. Nesta modalidade, o estudante fica em tempo integral (de manhã e à tarde) no Instituto e garante, após três anos de estudos, duas formações: a do curso profissionalizante que escolheu realizar e a do Ensino Médio.

mayara2Do integrado para o exterior

Foi por causa dessa modalidade diferenciada de ensino que a estudante Mayara de Oliveira Cezário, 18 anos, escolheu realizar o curso técnico em Agropecuária integrado, no campus Inconfidentes do IFSULDEMINAS. No final do ano passado, ela se formou técnica e, como tinha o objetivo de não sair da instituição, prestou o vestibular/1º semestre do IF. A jovem foi aprovada em primeiro lugar no curso de Zootecnia do Campus Machado, pela modalidade de ação afirmativa em que disputou. “Escolhi permanecer no IF porque além de ser a rede de ensino público de maior qualidade do Brasil, eu estabeleci uma relação de amor com a instituição. Eu não sou capaz de citar todos os inúmeros fatos positivos que o IF trouxe para a minha vida. Dentre eles, ressalto minha participação na Olimpíada Brasileira de Agropecuária (OBAP) em 2017; dos estágios na Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG) e na Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (EMATER); das viagens técnicas; do curso de inglês que realizei no CELIN (Centro de Ensino de Línguas); e minha participação em eventos culturais, como a fanfarra de 2018, quando fui baliza. Além da extensa bagagem adquirida nas palestras, minicursos e demais eventos”, enumera Mayara.

Além disso, ter cursado o integrado no IF ainda irá proporcionar a Mayara mais uma conquista, que ela aguarda ansiosamente. “Através do IF e das amizades que fiz após entrar na instituição, eu soube da oportunidade de um intercâmbio agrícola no exterior e com o apoio dos professores e amigos que me auxiliaram nessa decisão, eu viajo em breve para os Estados Unidos para estudar e trabalhar durante um ano na minha área de formação. Isso tudo e muito mais foi graças ao ensino técnico do IF”, revela a estudante.

Mercado de trabalho alice

Segundo o reitor do IFSULDEMINAS, Marcelo Bregagnoli, exemplos como o de Mayara servem de motivação. “Quando um jovem sai do Ensino Médio já com uma habilitação profissional, mais oportunidades se abrem para ele, tanto para o mercado de trabalho como para ingresso num curso superior. O ensino técnico, sobretudo o integrado, visa a suprir uma lacuna que é a questão da formação técnica no Brasil. Atualmente, 8 por cento da população brasileira têm formação técnica enquanto que, em alguns países europeus, chega-se a 70 por cento; inclusive, com reconhecimento e alta valorização no mercado de trabalho de profissionais com este perfil, coisa que o nosso país ainda está buscando. O ensino técnico é a grande referência do Instituto em termos de educação, uma bandeira a ser defendida, frente aos resultados positivos obtidos, frente à inserção desses estudantes, principalmente, na questão da formação cidadã e técnica”, concluiu Bregagnoli.

O curso técnico em Administração integrado que Alice Carolino Gonçalves,19 anos, concluiu ano passado no Campus Avançado Três Corações do IFSULDEMINAS foi a chave para que ela conseguisse ser inserida no mercado de trabalho. “Como o curso cobrava a realização de estágio, eu consegui uma colocação num escritório de contabilidade. Ao longo do curso, eu adquiri conhecimento sobre administração, gestão de pessoas e os utilizo muito no meu dia a dia no escritório. Além disso, aprendi a organizar e a facilitar métodos que gastavam tempo e espaço no meu local de trabalho. Acredito que, como eu ajudei a organizar os arquivos e arrumá-los de um jeito simples de encontrá-los, eles gostaram do meu serviço e, com isso, já estou lá há um ano e devo ser efetivada”, alegra-se a técnica.

Alice contou que a rotina de estudos do integrado somada ao incentivo que recebia dos docentes foram diferenciais para conquistar um emprego. “Os professores do IF sempre reforçavam para sermos inovadores e fazermos a diferença no local de trabalho e, com esse pensamento, eu coloco em prática o que aprendi e vou me aperfeiçoando e aprendendo diariamente. A rotina em que o IF nos coloca é totalmente diferente do que eu estava acostumada, por esse motivo foi necessária a adaptação dos horários de estudos, lazer e estágio. Isso tudo influenciou meus pensamentos e, principalmente, minha maturidade. Basicamente tudo mudou durante o tempo do curso integrado, pois com ele eu aprendi a construir uma opinião própria, observando todos os lados, diante da sociedade”, comentou Alice.

Ensino Médio

No curso integrado, além de ser contemplada a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), referente ao novo Ensino Médio, exigida pelo Ministério da Educação, são ofertadas ao estudante uma visão holística e interdisciplinar dos componentes curriculares e uma série de atividades práticas e incentivos, garantindo a ele uma formação completa. O pró-reitor de Ensino do IFSULDEMINAS, Giovane José da Silva, afirma que este é um importante diferencial da modalidade. “O objetivo do integrado não é, por exemplo, preparar o estudante para o Enem. Porém, a consequência dessa formação holística, de forma inserida, contextualizada e prática - possibilitada principalmente pelo curso técnico – reforça o conteúdo estudado no Ensino Médio, que deixa de ser teórico, gerando desempenho acadêmico positivo do aluno”, pontuou o pró-reitor.

Notão no Enem 2018 marcelo

Para o estudante Marcelo Miguel Aureliano, 18 anos, que acabou de concluir o curso técnico integrado em Informática, no Campus Avançado Carmo de Minas, foram justamente a qualidade do ensino das disciplinas do currículo básico do Ensino Médio e a visão holística do curso vitais para que ele tirasse 940 na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e, com isso, garantisse uma vaga no curso de História na Universidade de São Paulo (USP). “Sempre tive facilidade em Português, mas o IFSULDEMINAS contribuiu muito para meu crescimento na redação. No meu primeiro ano, tirei 700 e, no segundo, 720 na redação do Enem. O que me ajudou a chegar aos 940 pontos, em mil pontos possíveis, foi a oficina de linguagens oferecida pelo campus. Além disso, por causa do ensino integrado, consegui associar todas as áreas de conhecimento na minha redação. Como o tema da redação do Enem 2018 foi a manipulação de dados, usei como base do texto teses históricas e partes da informática, cujos assuntos foram apresentados em uma matéria que tive no IF”, explicou Marcelo

Três vestibulares, três aprovaçõesfotook

André Reis, 18 anos, também recém-concluinte do técnico em Informática integrado, do Campus Avançado Carmo de Minas, pode escolher onde estudar! Ele passou em três universidades públicas: na Universidade de São Paulo/USP (Física Computacional), na Universidade Federal de Lavras (Ciência Computacional) e na Universidade Federal de Juiz de Fora, onde André irá começar o curso de Ciências Exatas este ano. "É notória a qualidade do ensino oferecido pelo IF, juntamente com a qualificação profissional para atender às demandas locais. Dentre vários pontos fortes, posso destacar a atuação de vários docentes, que dedicaram momentos extras para a revisão de conteúdo ou adiantamento dos mesmos na época dos vestibulares, e a oportunidade de realizar viagens técnicas, de fazer iniciação científica júnior, que resultou na publicação de dois artigos na Jornada Científica do IFSULDEMINAS; de participar de comissões, que me desenvolveram como cidadão crítico que busca seus direitos. Além disso, a visão multidisciplinar que obtive através das aulas de humanas ou da aplicação da técnica de mineração de dados, aprendida no projeto integrador, foram imprescindíveis para minha formação acadêmica. Sendo assim, a expansão do conhecimento de mundo propiciada por esses eventos em conjunto com uma educação gratuita e de qualidade possibilitou-me grande vantagem nos processos seletivos para ingressar no ensino Superior, haja vista a atual necessidade da interdisciplinaridade do conhecimento para a interpretação e resolução de questões nos referidos processos”, ressaltou André.

Texto: Ascom/Reitoria IFSULDEMINAS
12/02/2019

Ouça a Federal FM 

 

Fim do conteúdo da página