Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

IFSULDEMINAS no IGC

IFSULDEMINAS é o primeiro entre os institutos federais mineiros no ranking de qualidade do MEC

2018 12 18O Instituto Federal do Sul de Minas conquistou nota 4 no Índice Geral de Cursos (IGC), divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) nesta terça-feira, 18 de dezembro. Entre os institutos federais mineiros, o IFSULDEMINAS conquistou o primeiro lugar no ranking e está entre as melhores instituições federais da Rede. O IGC é um indicador de qualidade que avalia as Instituições de Educação Superior públicas e privadas do país.

A avaliação levou em conta as notas obtidas no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), em 2017. Segundo Maria Inês de Almeida Pelegrini, Procuradora Educacional Institucional do IFSULDEMINAS, como o IGC considera o CPC dos cursos avaliados no ano do cálculo e nos dois anos anteriores, sua divulgação refere-se sempre a um triênio, compreendendo todas as áreas previstas no Ciclo Avaliativo do ENADE. “Esses dados subsidiam, respectivamente, os atos de recredenciamento de Instituições de Ensino Superior (IES) e norteiam políticas de expansão e financiamento da Educação Superior”.

A nota do IGC varia de 1 a 5, onde 3 indica qualidade satisfatória e 4 e 5 são considerados indicadores de excelência. Instituições que ficam abaixo de 3 ficam classificadas como insatisfatórias e, com isso, não conseguem se expandir, ou seja, não podem construir novos campi, nem abrir cursos ou aumentar número de vagas. Cursos autorizados podem sofrer redução de vagas ou ter processos seletivos suspensos, após vistoria de especialistas. Os indicadores servem como orientadores das avaliações in loco do ciclo avaliativo, sendo importantes instrumentos de avaliação da educação superior brasileira.

A avaliação do Enade de 2017 envolveu 10 cursos de graduação do IFSULDEMINAS, o que colocou a instituição na faixa 4 do Índice Geral de Cursos – IGC, cujo patamar máximo é 5. O índice considera, em sua composição, a qualidade dos cursos de graduação e de pós-graduação (mestrado e doutorado). No que se refere à graduação, é utilizado o Conceito Preliminar de Curso (CPC), o qual engloba a avaliação de desempenho de estudantes, a infraestrutura da instituição, a organização didático-pedagógica e o corpo docente. A tabela completa com a avaliação das instituições pode ser acessada neste link.

Texto: Assessoria de Comunicação com informações da Pró-Reitoria de Ensino

Data: 18/12/2018

Fim do conteúdo da página