Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Inscrições OBAP 2017

Prorrogadas as inscrições para a Olimpíada Brasileira de Agropecuária 2017

Acesse a página da OBAP!

Inscreva-se!

O Instituto Federal do Sul de Minas (IFSULDEMINAS) informa nesta quarta-feira, 21 de junho, que as inscrições para a 7ª edição da Olimpíada Brasileira de Agropecuária (OBAP) foram prorrogadas. Com o novo cronograma, os interessados poderão se inscrever até o dia 28 de junho.

Cronograma

Inscrições 15 de maio a 28 de junho
Ambientação na Plataforma da OBAP 17 a 31 de julho
Fase Escolar (virtual) 01 a 03 de agosto
Divulgação das equipes classificadas para a fase presencial 08 de agosto
Confirmação de presença das equipes convocadas por e-mail 09 e 10 de agosto
Fase presencial 01 a 03 de setembro

Publicado em: 21/06/2017

___________________________________________________________________________________________________



Inscrições abertas para Olimpíada Brasileira de Agropecuária 2017

Acesse a página da OBAP!

Inscreva-se!


Estão abertas, a partir desta segunda-feira, 15 de maio, as inscrições da 7ª edição da Olimpíada Brasileira de Agropecuária (OBAP), promovida pelo Instituto Federal do Sul de Minas Gerais. Os interessados poderão se inscrever até o dia 19 de junho, exclusivamente via internet, na página oficial da olimpíada. O valor da taxa de inscrição é de R$ 30 por equipe. Os orientadores serão os representantes oficiais para efetuar a inscrição e deverão preencher corretamente os dados completos de todos os integrantes. Os competidores receberão via e-mail seus logins individuais para acesso à plataforma de provas da OBAP, disponível na página oficial da Olimpíada.

Neste ano, o tema será em referência ao Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento, comemorado pela ONU, retratando a contribuição do setor do turismo para os três pilares da sustentabilidade: econômico, social e ambiental. A temática é uma oportunidade para abordar nas provas as atividades de agroturismo, agronegócio, agroecologia, agricultura familiar, além da questão ambiental. As provas, além de abordar questões previstas no conteúdo programático, apresentarão algumas questões voltadas à produção agropecuária no que se refere às técnicas de produção e ao aspecto social: valorização da ruralidade e do patrimônio cultural e natural; exploração turística da cadeia de produção; produção sustentável/ agroecologia/ orgânicos: utilização de alternativas para produção e preservação do meio ambiente; entre outros.

Requisitos para participação

A olimpíada estimula o ingresso de jovens do ensino médio/técnico integrado, concomitante e técnico subsequente em carreiras técnico-científicas, incentivando a participação em atividades de iniciação científica, colocando-os em situações desafiadoras, estimulando a cooperação e a integração entre os participantes.

As equipes serão compostas por quatro pessoas de uma mesma instituição, com a participação obrigatória de um orientador e três estudantes, devidamente matriculados, da modalidade de ensino médio/técnico em regime integrado/concomitante ou da modalidade do técnico subsequente. A equipe não poderá ser composta por estudantes de modalidades de ensino diferentes. Poderão ser orientadores: professores e técnicos administrativos (efetivos ou contratados) atuantes na instituição de origem dos estudantes. Não há limite de equipes para um mesmo orientador, na mesma ou em diferentes modalidades, e nem para o número de equipes inscritas por instituição.

Competição

A OBAP contará com duas fases, sendo uma escolar (virtual) e uma final (presencial). A primeira fase será realizada entre os dias 1 e 3 de agosto e contará com 40 questões de múltipla escolha nas áreas descritas no conteúdo programático, com valor total de 40 pontos. Já a segunda etapa ocorrerá em setembro e será presencial. Essa fase compreende duas etapas: a primeira (classificatória) na qual as equipes classificadas deverão realizar prova prática proposta pela organização, com valor de 20 pontos para a equipe; já na segunda etapa (classificatória), cada integrante fará a prova individual contendo vinte questões objetivas que valerão um ponto e quatro questões discursivas, que valerão cinco pontos cada.

Classificação e participação na fase presencial

Na modalidade ensino/técnico médio integrado ou concomitante, serão classificadas para a segunda fase, em ordem decrescente de pontuação, a melhor equipe de cada unidade educacional (instituição/campus) participante, que obtiverem aproveitamento igual ou superior a 70% dos pontos da fase escolar (virtual), até o limite de cinquenta equipes.

Na modalidade técnico subsequente, serão classificadas para segunda fase, em ordem decrescente de pontuação, a melhor equipe de cada unidade educacional (instituição/campus) participante, que obtiverem aproveitamento igual ou superior a 70% dos pontos da fase escolar (virtual), até o limite de dez equipes.

Em caso de empate, será utilizada a maior nota obtida por membro da equipe, sempre priorizando o melhor desempenho. Caso alguma equipe convocada para a segunda fase não confirme presença, a organização da OBAP poderá convocar, a seu critério, as equipes de acordo com a lista de classificação.

Premiações

Todas as equipes receberão certificado de participação. A premiação e classificação, por equipe e individual, será feita de acordo com a nota da segunda fase da OBAP. Na modalidade de ensino médio integrado ou concomitante, receberão medalhas as quinze melhores equipes. Já na modalidade subsequente, receberão medalhas as seis melhores equipes. As três equipes melhores classificadas das modalidades de ensino médio integrado ou concomitante e de técnico subsequente receberão troféus. Os estudantes das equipes medalhistas da modalidade de ensino médio/técnico integrado ou concomitante serão convidados a participar da seletiva para representar o Brasil na International Earth Science Olympiad – IESO, no ano de 2018.

Texto: Ascom/Reitoria IFSULDEMINAS
15/05/2017

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página