Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Notícias da PRODI... > Plano Conservador da Mantiqueira
Início do conteúdo da página

Plano Conservador da Mantiqueira

ascom

IFSULDEMINAS discute implantação do Plano Conservador da Mantiqueira

O desenvolvimento sustentável tem sido um importante motivador das ações realizadas pelo Instituto Federal do Sul de Minas (IFSULDEMINAS). Nesta perspectiva, a adesão ao Plano Conservador da Mantiqueira (PCM), formalizada durante o Encontro com Prefeitos, evento promovido pela instituição em Pouso Alegre, no dia 15 de março, dá mais um passo na consolidação das ações em prol do meio ambiente.

Por meio da parceria estabelecida entre o Instituto, a Prefeitura de Extrema, a Fundação de Apoio à Pesquisa, a União Internacional para Conservação das Natureza, a organização The Nature Conservance (TNC), o World Resource Institute (WRI), a Fundação SOS Mata Atlântica e a Agência Nacional das Águas, os oito campi do IFSULDEMINAS se tornaram núcleos do projeto com o objetivo de orientar e nortear as ações em suas áreas de abrangência. O reitor da instituição, professor Marcelo Bregagnoli, ressaltou a intenção do Instituto em assumir a coordenação e orientação dos trabalhos que envolvam a sustentabilidade no Sul de Minas. “Temos capacidade técnica, vontade e compromisso com o meio ambiente e a sociedade. Isso nos motiva a buscar alternativas para o atendimento a essas demandas”.

O objeto principal do Plano Conservador Da Mantiqueira é promover a restauração florestal de espécies nativas, em cerca de 1.200.000 hectares na área de influência da Serra da Mantiqueira nos mais de 280 municípios dos estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro, utilizando a expertise do município de Extrema na execução do Projeto Conservador das Águas, experiência pioneira de restauração florestal no Brasil, utilizando o mecanismo de pagamento por serviços ambientais, bem como o apoio para a implantação do Plano Municipal da Mata Atlântica (PMMA).

A adesão ao projeto permitirá a realização de pesquisas por parte dos professores e estudantes, proporcionando oportunidades de construção do conhecimento e de aprendizado aos envolvidos. A iniciativa também conta com um viés social, beneficiando produtores rurais e urbanos, além dos impactos ambientais, como o aumento da produção de água.

Plano de Trabalho

Discutir um cronograma de trabalho para o Plano Conservador da Mantiqueira na região de Pouso Alegre foi um dos objetivos do encontro realizado na Reitoria do IFSULDEMINAS nesta última quarta-feira, 05 de abril. Representantes das prefeituras de Cachoeira de Minas, Careaçu, Conceição dos Ouros, Congonhal, Espírito Santo do Dourado, Ipuiuna, Silvianópolis se reuniram com o diretor de Desenvolvimento Institucional do IFSULDEMINAS, Paulo Roberto Ceccon, e com o secretário do Meio Ambiente de Extrema, Paulo Henrique Pereira, para darem o primeiro passo na implantação do projeto em seus municípios.

O reitor Marcelo Bregagnoli deu as boas-vindas aos participantes e reiterou o papel da instituição no suporte técnico e logístico para execução do projeto, por meio dos campi de Inconfidentes, Machado, Muzambinho, Passos, Poços de Caldas, Pouso Alegre e dos campi avançados de Carmo de Minas e Três Corações. Na ocasião, o secretário de Meio Ambiente de Extrema e o diretor de Desenvolvimento Institucional do IFSULDEMINAS deram instruções sobre a implantação do projeto. Os representantes das prefeituras também tiveram a oportunidade de tirar suas dúvidas e discutir o estabelecimento de metas.

De acordo com Paulo Roberto Ceccon, o Instituto será responsável pelo núcleo de trabalho de Pouso Alegre, formado pelas cidades presentes no encontro, assim como por Santa Rita de Caldas, Santa Rita do Sapucaí e São Sebastião da Bela Vista. Ele explicou que serão executadas diversas ações para atingir os objetivos propostos, “as estratégias de ações consistem em um primeiro momento, reunir representantes de municípios, do Estado e União, Comitês de Bacias Hidrográficas, Universidades e ONGs. Posteriormente, identificar as principais lideranças com capacidade de replicar os conhecimentos e a metodologia. Realizar palestras, capacitações, treinamentos e intercâmbios com as lideranças dos núcleos para a formação de profissionais aptos a replicarem os projetos de restauração florestal nos municípios, utilizando mecanismos de pagamento por serviços ambientais. E, por fim, implantar um projeto-piloto no núcleo sob a coordenação do Campus Pouso Alegre e da Prefeitura Municipal de Pouso Alegre”.

Em sua fala, o diretor de Desenvolvimento Institucional do IFSULDEMINAS ressaltou que a proposta é executar as ações no período de seis meses e a partir das mobilizações, iniciarem as capacitações até agosto de 2017. “O objetivo é proporcionar aos produtores rurais uma adequação ambiental em suas propriedades como conservação de minas, construção de bacias de capacitação de água, conservação de solo e água, implantação de fossas sépticas biodigestoras, entre outros. Ficou acertado com os municípios presentes que a próxima reunião será daqui a 15 dias para definir os critérios que serão incluídos na legislação sobre o projeto, disse”.

Apresentação do projeto na região de Inconfidentes

foto1No dia 22 de março, o secretário de Meio Ambiente de Extrema, Paulo Henrique Pereira, esteve em uma reunião no salão social do Campus Inconfidentes que contou com a presença dos representantes da área de Agricultura e Meio Ambiente dos municípios que compõem o Núcleo Inconfidentes, como Munhoz, Ouro Fino, Jacutinga, Monte Sião, Bueno Brandão, Inconfidentes, Borda da Mata, Senador Amaral, Águas de Lindóia, Extrema, e também dos professores do Campus Inconfidentes. 

Durante o encontro, foram apresentadas as propostas do Plano Conservador da Mantiqueira aos representantes dos diferentes municípios para viabilizar a implantação do projeto abrangendo todos os municípios do Núcleo de Inconfidentes.

Para o professor do Campus Inconfidentes, Fernando da Silva Barbosa, "a reunião foi muito produtiva possibilitando aos participantes esclarecer suas dúvidas e também relatar experiências já vivenciadas em seus municípios, quanto à restauração de áreas degradadas”.

Projeto Conservador das Águas

Há 12 anos o município de Extrema executa o Projeto Conservador das Águas e, desde então, já recebeu representantes de mais de 600 municípios brasileiros com o intuito de conhecer e replicar a experiência. No entanto, poucos conseguiam avançar com a proposta. Dessa forma, após a experiência nas cidades de Igarapé, Camanducaia, Gonçalves, Itapeva, Paraisópolis e Anchieta no Espírito Santo, surgiu a ideia de desenvolver o Plano Conservador da Mantiqueira, com a intenção de apoiar os municípios nessa empreitada.

O projeto utiliza o instrumento econômico de pagamento por serviços ambientais para promover a conservação e a restauração florestal na adequação de propriedades rurais para mais 280 municípios, com resultados expressivos na produção de serviços ambientais em especial a água, a biodiversidade e o clima. A proposta visa melhorar a capacidade de produção dos serviços ambientais, como a água, a conservação de solo, a biodiversidade, o sequestro de carbono, a manutenção da paisagem; promover um plano municipal e regional da mata atlântica com a participação de diversos atores e apoio da Fundação SOS Mata Atlântica; melhorar a capacidade de resiliência dos municípios para enfrentar os danos causados pelas mudanças climáticas; entre outros.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente de Extrema, Paulo Henrique Pereira, “a região de influência da Serra da Mantiqueira abriga nascentes de importantes rios que alimentam os reservatórios de Furnas para a produção de energia elétrica e abastecem as maiores regiões metropolitanas do Brasil, São Paulo, Campinas e Rio de Janeiro. Serão mais de 280 municípios em uma área aproximada de 100.000 km² (1,2% do território brasileiro). Com potencial de restauração florestal de mais de 1.200.000 hectares, que representa 10% da meta assumida pelo Brasil na Conferência do Clima em Paris – COP 21”.

Texto: Ascom/Reitoria IFSULDEMINAS
07/04/2017

Plano de Trabalho

Apresentação do projeto na região de Inconfidentes

 

Fim do conteúdo da página